São Lucas narra que Maria e José, depois de apresentarem o Menino no Templo, voltaram à Galiléia, à sua cidade de Nazaré. Entretanto, o Menino crescia, se fortalecia, se enchia de sabedoria, e contava com a graça de Deus, que estava com ele. De fato, Jesus foi crescendo por fora e por dentro, ajudado por seus pais.

Os tempos da infância de Jesus na casa de Nazaré, cidade pobre e desprezada pelos judeus, não são narrados nos Evangelhos. Mas podemos imaginar um casal, testemunha da beleza do amor conjugal, educando sua criança, ao longo dos dias, meses e anos, com muita sabedoria. Criança que, apesar de ser verdadeiramente Deus, era verdadeiramente homem e necessitava de bons educadores.

As famílias cristãs de hoje imploram a proteção da família de Nazaré e almejam a transformação para bons educadores. Mas cada família terá de encontrar a melhor fórmula que a oriente nesta missão. Dois dos ingredientes, indispensáveis, desta fórmula, são o diálogo e o carinho. Mas há outros. O importante é formar cidadãos honestos e bons cristãos.

 

Oração

Maria de Nazaré,

Mãe solícita que acompanhou o crescimento de Jesus

e presenciou como Ele crescia em sabedoria e maravilhava a todos.

Ajudai os pais na encantadora arte de educar seus filhos, fazendo deles

cidadãos felizes e cristãos seduzidos por Cristo.

Maria de Nazaré, rogai por nós.

 

Fonte: Livro Maio com Maria. Pedrosa Ferreira. Edições Loyola.

Anúncios