O único momento do Evangelho que fala do coração de Maria é quando se diz que, quando ela retornou no Templo de Jerusalém com o Menino, ele era submisso aos pais e sua mãe guardava todas estas coisas no seu coração (Lucas: 2, 51). Contudo, na história dos cristãos surgiu a devoção ao Imaculado Coração de Maria.

A expressão Coração de Maria deve ser interpretada em sentido bíblico: designa a própria pessoa da Virgem Maria em seu Ser íntimo e único; o centro e a fonte da sua vida interior; inteligência e memória, vontade e amor. Falar do Coração de Maria é evocar todo o seu amor a Deus e ao próximo. Como Jesus tinha um grande coração para amar, Maria também foi grande no amor.

Somos convidados a ter um coração como o de Maria. Imaculado, nos indica o caminho da santidade; sábio, nos convida a ter a sabedoria cristã; dócil, nos convida a nos submetermos com alegria à vontade do Senhor; e humilde, nos convida à beleza da fé. Maria é um exemplo do que é viver com um “coração novo”.

 

Oração

Imaculado Coração de Maria,

no coração da Senhora, cabem todos os seus filhos,

porque seu amor é maternal.

Ajudai-nos a transformar o nosso coração pecador

em um coração puro e sábio, dócil e humilde.

Imaculado Coração de Maria,

rogai por nós.

Fonte: Livro Maio com Maria. Pedrosa Ferreira. Edições Loyola.

Anúncios