Dia 27 de Novembro de 1830, na Rua du Bac, em Paris, Nossa Senhora apareceu para Catarina Labouré. Estava vestida de branco e azul. Estendeu os braços e das mãos partiam raios de luz para o mundo, que estava a seus pés. Disse então: “Estes raios que descem sobre o globo são os símbolos das graças que derramo sobre os que pedem”. Formou-se depois um quadro de forma oval onde estavam algumas palavras: “Ó Maria, concebida sem pecado, rogai por nós que recorremos a vós”.

Mais tarde Catarina viu como que o reverso desta aparição: era a letra M colocada sobre uma cruz, por baixo os corações de Jesus e de Maria, tudo isso rodeado de 12 estrelas. A Senhora disse para Catarina mandar fazer uma medalha utilizando este modelo: de um lado a Virgem e do outro a letra M. Graças à esta medalha, tantos milagres foram alcançados que a tornou uma Medalha Milagrosa.

Usar esta medalha é se colocar sob a proteção de Maria Imaculada. Ela vela por todos os seus filhos.Quem usa esta medalha traz um sinal que recorda, continuamente, as palavras de Maria: “Fazei o que o meu Filho disser”.

Fonte: Livro Maio com Maria. Pedrosa Ferreira. Edições Loyola.

 

Anúncios