Dia 11 de Fevereiro de 1858, a Imaculada Virgem Maria apareceu a Bernadette Soubirous na Gruta de Massabielle, perto de Lurdes (França). Estas aparições se prolongaram por vários dias. Algumas vezes a Virgem Maria, vestida de branco e com uma faixa azul, permanecia silenciosa. Na última aparição disse quem era: “Eu sou a Imaculada Conceição”.

Depois de algum tempo, as aparições foram reconhecidas como dignas de fé e surgiu no local um grande santuário mariano, onde os peregrinos iam fazer os gestos de Lurdes: beber da água que jorra, lavar-se nas piscinas, tocar no rochedo onde está a gruta, acender velas, caminhar em procissão e servir atenciosamente os doentes que ali se mobilizavam.

Atualmente, o santuário de Lurdes é conhecido, sobretudo, pelos milagres que realiza pelo poder de Deus e por intercessão de Maria. Muitas curas já foram reconhecidas como verdadeiros milagres. Contudo, o que a Senhora espera é que as pessoas se purifiquem dos seus pecados e caminhem à luz de Cristo. Este santuário, como todos os outros santuários marianos, recorda-nos as palavras de Maria: “Fazei o que Jesus vos disser”.

Fonte: Livro Maio com Maria. Pedrosa Ferreira. Edições Loyola.

Anúncios